Por que razão Adão comeu do fruto, mesmo sabendo que era proibido?

Published On: 17 de abril de 2024Categories: Estudo Bíblico

No coração da narrativa bíblica, encontramos a história de Adão e Eva, os dois primeiros seres humanos criados por Deus, conforme a Bíblia Sagrada. Esta história, além de ser um marco fundamental na formação das religiões, oferece uma profunda reflexão sobre a natureza humana, a liberdade de escolha e as consequências de nossas ações.

Adão, conforme descrito na Bíblia Sagrada, especificamente no livro de Gênesis, foi o primeiro homem criado por Deus, como descrito em Gênesis 1:26-27. Ele foi moldado a partir do pó da terra e recebeu o sopro de vida divina. Adão era o encarregado de cuidar do Jardim do Éden, um paraíso terrestre cheio de beleza e abundância, onde todas as necessidades eram atendidas.

Eva, por sua vez, foi a primeira mulher, criada a partir de uma das costelas de Adão. Ela foi criada para ser ajudadora para Adão, aquela que compartilhasse a tarefa de cuidar do Jardim e da criação.

Por que Adão comeu do fruto proibido?

No Jardim do Éden, Adão e Eva tinham liberdade para comer de qualquer árvore, exceto de uma: a Árvore da Ciência do Bem e do Mal. Deus os advertiu que, se comessem do fruto dessa árvore, enfrentariam a morte. No entanto, tentados pela serpente, que questionou as intenções de Deus, Eva acabou por comer do fruto proibido e deu também a Adão, que comcomeu do fruto com ela.

No entanto, surge a questão: por que Adão comeu do fruto? Essa indagação nos leva a refletir sobre o cuidado e propósito que Deus tem para com a família.

Em Gênesis 2:24 diz: portanto, deixará o homem, o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne. e em Mateus 19:6 diz: “Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, o homem não deve separar.”

Podemos entender que o primeiro casamento foi instituído por Deus aqui na Terra, conforme descrito na Bíblia. Se somente Eva comesse do fruto, somente Eva teria desobedecido e somente ela sairia do jardim. Sendo assim, Adão teria permanecido no jardim, já que não comeu do fruto, resultando assim no primeiro divórcio no jardim.

Quando Adão e Eva comem o fruto, são expulsos do jardim, mas Deus mantém sua proteção sobre a família, como evidenciado em vários momentos na Bíblia em que Deus continua cuidando deles.

Este ato de desobediência, conhecido como Pecado Original 1 Coríntios 15:45-58, resultou na expulsão de Adão e Eva do Jardim do Éden. Eles tiveram que enfrentar as dificuldades do mundo externo, incluindo doença, dor e morte.

Esta história serve como uma lição sobre a importância da obediência e a realidade das consequências. É um lembrete de que nossas escolhas têm poder e que, embora tenhamos a liberdade de escolher, também temos a responsabilidade de lidar com os resultados dessas escolhas.

Adão comeu do fruto e quais foram as consequências?

De acordo com a Bíblia, a desobediência de Adão e Eva no Jardim do Éden teve profundas consequências para a humanidade, que podem ser resumidas em três aspectos principais:

Separação de Deus Gênesis 3:8: A desobediência de Adão e Eva resultou em uma separação espiritual entre a humanidade e Deus. Eles perderam a comunhão perfeita e a intimidade com Deus, e passaram a experimentar vergonha e medo. Essa separação é muitas vezes interpretada como a origem do pecado e da morte espiritual na humanidade.

Maldição da Terra e do Trabalho Gênesis 3:17-19: Como resultado do pecado, Deus amaldiçoou a terra, fazendo com que ela produzisse espinhos e ervas daninhas. O trabalho de Adão de cultivar a terra se tornou difícil e cansativo, e ele foi condenado a suar e trabalhar duro para obter seu sustento. Isso é visto como uma metáfora para a luta humana geral e a dificuldade de viver em um mundo imperfeito.

Dor no Parto e Domínio do Homem sobre a Mulher Gênesis 3:16: Eva também sofreu consequências específicas por seu papel no pecado. Ela foi condenada a experimentar dor no parto e a ter um desejo por seu marido, mas também a enfrentar a dominação dele.

Estas consequências são muitas vezes vistas como um lembrete da realidade do pecado e da necessidade de redenção. No entanto, é importante notar que a história de Adão e Eva também contém uma promessa de esperança, com Deus prometendo enviar um redentor que derrotará o pecado e restaurará a relação entre Deus e a humanidade. Essa promessa é vista como sendo cumprida em Jesus Cristo, que é considerado o Salvador e Redentor da humanidade pelos cristãos.

Share this article

Written by : Ministério Veredas Do IDE

Leave A Comment

Follow us
Latest articles